Thursday, November 09, 2006

Hoje as Palavras...

Hoje, as palavras não têm som
São espaços vazios e
Letras.

Hoje as palavras são um só
Dia
Todo o dia
Num segundo tremido
Gasto sem tempo
Para viver
Contam-se apenas
Letras

Hoje as palavras não acordaram
Criaram buracos vazios
No peito
Emudeceram vozes
Nas gargantas
Todas as gargantas e
Dispersas
Em tudo ficaram letras
Pedaços de algo que fora
Despedaçado...

by Ar, 11 de Setembro

2 comments:

almaro said...

hoje as palavras são só cor, sem grito , sem ar, sem espaço, hoje as palavras são a essencia de mim, gotas de mar, esvoaços de onda,
hoje as palavras são estilhaços, barcos, palhaços,
hoje as plalavras são os meus passos...

Beatrice said...

"Roubei" este poema, se nao concordar será imediatamente retirado.

Obrigada!

B.